Azuleijabilizante "verbete"
Revista Recibo #56: Brasil Distópico
Edições Traplev Orçamentos
Ano 13 Número 17, 2015

Editores Traplev e Fabio Morais

Ato e efeito de revestir e impermeabilizar com revestimentos cerâmicos os espaços e os modos de vida, tornando-os “limpos e brilhantes”, duráveis, assépticos, homogêneos, uniformes e impermeáveis. Em seu livro Casa-Grande & Senzala, Gilberto Freire ressaltou a conexão existente com o uso do azulejo por parte do colonizador português no Brasil não só pelo gosto, mas também pela limpeza, claridade, e um senso de higiene tropical. Anseio que perdura no país, atualmente o segundo maior produtor e consumidor mundial de revestimentos cerâmicos, atrás somente da China, acompanhando o boom do mercado interno da construção civil na última década. Entre 2006 e 2012 foram consumidos aproximadamente 4,5 milhões m2 de porcelanatos, azulejos, lajotas etc. (fonte: Anfacer e BNDES), com muita área ainda a azulejar com mais de 8,5 milhões km2 (!). Em variados padrões, cores e tamanhos, e que imitam pedras, mármores ou madeiras, no Brazil Distópico impermeabiliza-se vidas e existências e inteligências e sensibilidades e pisos e paredes e banheiros e cozinhas e salas e quartos e corredores e varandas e fachadas e calçadas e quintais de casas e lojas e instituições e indústrias e hospitais e escolas e escritórios e supermercados e aeroportos e shopping centers e restaurantes e templos religiosos e cidades e florestas. Uma grelha contínua de azulejos-porcelanatos repete ad infinitum o espaço abstrato do Capital, reduzido a área e preço/m2 – valor do mercado imobiliário (e financeiro) que formata não somente o Brasil, mas praticamente todo o planeta. O modus operandi Azuleijabilizante, individual ou coletivo, indica a ansiedade de manter-se impermeável a mundos diferentes, o lacre entre os mundos, a fuga da manutenção da vida e dos elementos construídos, a dificuldade dos critérios e a falta de repertório estético e político nas escolhas cotidianas, e o impedimento da permeabilidade e fertilidade da terra e de rituais e narrativas significativas.